Construção de aprisco garante prática de alunos do Campus Amajari

por Rebeca publicado 06/04/2016 16h45, última modificação 06/04/2016 18h07
A principal diferença dos cursos técnicos dos Institutos Federais é a prática propiciada aos alunos. Assim tem ocorrido nos três cursos técnicos oferecidos pelo IFRR/Campus Amajari (IFRR-CAM) nas áreas de Agricultura, Agropecuária e Aquicultura.

A principal diferença dos cursos técnicos dos Institutos Federais é a prática propiciada aos alunos. Assim tem ocorrido nos três cursos técnicos oferecidos pelo IFRR/Campus Amajari (IFRR-CAM) nas áreas de Agricultura, Agropecuária e Aquicultura.

Pelo componente curricular “Construções Rurais” e pelo estágio dos estudantes do Curso Técnico em Agropecuária, está sendo realizada a prática da construção do aprisco, um ambiente de 8 metros x 16 metros, adequado para criação de ovinos e caprinos.

O Departamento Técnico do CAM, que dá suporte às atividades práticas dos cursos, iniciou o projeto em dezembro de 2015, quando o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) fez a doação de madeiras.

Nessa fase, os terceirizados Janderson Bispo e Francislei Nascimento deram início à construção, devido ao recesso escolar. Hoje a iniciativa tem a supervisão e o acompanhamento do servidor do IFRR Oziel Furquim e do terceirizado Janderson Bispo.

De acordo com Bispo, é gratificante participar de iniciativas como essa, que garantem um aprendizado para a vida por meio da participação efetiva dos alunos nas atividades. “Os alunos, principalmente os das comunidades indígenas, não ficam só olhando. Eles participam mesmo”, disse.

Conforme o diretor do Departamento Técnico, Rafael Fiusa de Morais, o aprisco está em fase final da construção das baías (divisões internas) e tem capacidade de suportar até 240 ovinos. “Hoje temos cinco ovinos e estamos fechando parceria para receber doações da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa e Agropecuária) e da Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima)”, comentou.

Além do componente curricular “Construções Rurais”, o aprisco atende à disciplina Caprinos e Ovinos. Isso tem ajudado alunos como Paulo Henrique Nascimento Ferreira, 21, morador da Comunidade de Três Corações, que está na reta final do curso de Agropecuária. “Quando a gente precisar, a gente vai saber fazer, pois esta prática tem facilitado nosso aprendizado”, frisou o estudante.

 

Rebeca Lopes

IFRR/CCS/CAM

Fotos: Ramon Queiroz

6/4/16

CGP