Campus Boa Vista certificará 67 conselheiros tutelares nesta sexta-feira, 6

por Virginia publicado 04/03/2020 17h11, última modificação 04/03/2020 17h11
O principal objetivo da formação foi promover a formação inicial e continuada dos conselheiros dos direitos e dos conselheiros tutelares do Estado de Roraima.

Na próxima sexta-feira, 6, às 19h30, no auditório do Campus Boa Vista do Instituto Federal de Roraima (CBV/IFRR), ocorrerá a solenidade de certificação dos concluintes do curso de Formação Continuada para Conselheiros de Direitos e Tutelares da Amazônia Legal. Serão certificados 67 alunos, entre conselheiros e representantes de outras instituições e entidades, de todos os municípios do Estado de Roraima.

Curso – Ofertado de forma semipresencial, o curso contou com aulas transmitidas via satélite, com carga horária de 200 horas, distribuídas em cinco módulos de 40 horas, sendo finalizado no mês de setembro de 2019.

Realização – O curso foi uma realização do Ministério dos Direitos Humanos, da Secretaria Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (SNDCA) e do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), em parceria com os institutos federais dos estados que compõem a Amazônia Legal, totalizando nove polos de execução: Acre, Roraima, Rondônia, Amazonas, Pará, Mato Grosso, Tocantins, Amapá e Maranhão.

Objetivo – O principal objetivo da formação foi promover a formação inicial e continuada dos conselheiros dos direitos e dos conselheiros tutelares do Estado de Roraima, além dos suplentes e dos agentes vinculados aos respectivos conselhos, conforme projeto, plano de trabalho e termo de referência aprovados pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH).

A assistente social do CBV e coordenadora do curso, Rosemere Lopes dos Santos, destaca a relevância da certificação direcionada aos conselheiros de direitos, tutelares e demais representantes de direitos de todos os municípios do Estado de Roraima. “Esse momento representa a soma de esforços coletivos de diretores, servidores e de parceiros constituídos, bem como dos alunos, que, de forma comprometida e participativa, trabalharam para a finalização e o sucesso desse curso. O principal resultado é prioritariamente a qualificação profissional desses agentes que atuam diretamente com o sistema de garantia dos direitos da criança e do adolescente, primando sempre pelo superior interesse desse público. Nessa perspectiva, a oferta desse curso por meio do CBV/IFRR representou o cumprimento de uma meta fundamental desta instituição, que é a educação como dever social”, disse.

 

Virginia Albuquerque
CCS/Campus Boa Vista
4/3/20