Outubro Rosa e Novembro Azul são temas de roda de conversa com Grupo Girassol no IFRR em Amajari

por Rebeca publicado 04/11/2019 08h31, última modificação 04/11/2019 08h31
Nesta terça-feira, 5, o Campus Amajari do Instituto Federal de Roraima (IFRR/CAM) recebe o Grupo Girassol para uma roda de conversa com servidores da unidade de ensino sobre os meses temáticos Outubro Rosa e Novembro Azul. A ação ocorre na biblioteca, das 9h às 12h.

Nesta terça-feira, 5, o Campus Amajari do Instituto Federal de Roraima (IFRR/CAM) recebe o Grupo Girassol para uma roda de conversa com servidores da unidade de ensino sobre os meses temáticos Outubro Rosa e Novembro Azul. A ação ocorre na biblioteca, das 9h às 12h.

O evento faz parte das ações de sensibilização sobre o problema de câncer de mama e de próstata desenvolvidas pela Comissão Interna de Saúde e Segurança do Servidor (Cissp/CAM). A programação continua no fim da tarde, com meia hora de alongamento e aquecimento, e, em seguida, mais trinta minutos de aula de zumba.

Criado em 2013 pela Unidade de Alta Complexidade em Oncologia de Roraima (Unacon), que é a unidade referência no tratamento do câncer em Roraima e que funciona no Hospital Geral de Roraima, o Grupo Girassol é formado por mulheres em tratamento de câncer.

De acordo com a psicóloga da Unacon Nara Lisiane Abreu, o Grupo Girassol é um grupo de apoio psicossocial para mulheres em tratamento, o qual se reúne todas as segundas-feiras. Surgiu da necessidade de essas mulheres terem um espaço de apoio e troca de experiência, incentivo e fortalecimento de estratégias para o enfrentamento da doença durante o tratamento.

 O membro da Cissp/CAM enfermeiro Rafael Régis explicou que neste ano a intenção da ação, além de sensibilizar sobre a doença em si, é focar temas como alimentação saudável e prática de exercício. Ele lembrou que as estatísticas mostram que tanto o câncer de mama quanto o de próstata estão cada vez mais presentes e aparecendo mais cedo. “E isso tem muita relação com a nossa qualidade de vida, com o que a gente come, bebe. Então, a importância da ação é lembrar ao servidor que, infelizmente, o câncer não é algo distante da gente e que a melhor forma de prevenir é se cuidar”, disse.

 

 

 

Rebeca Lopes
Ascom/Reitoria
Foto: Eduarda Martos/Ascom Sesau
4/11/19
 

CGP