Primeiro colocado no vestibular é ex-aluno do Campus Amajari

por Rebeca Lopes Silva publicado 09/05/2016 16h35, última modificação 10/05/2016 08h14
A Comissão Permanente de Processo Seletivo e Vestibular do Instituto Federal de Educação Tecnológica de Roraima/Campus Amajari publicou, nesta segunda-feira, dia 9, a homologação do resultado final do vestibular. O primeiro colocado do curso superior de tecnólogo em Aquicultura é o amajariense Remerson Araújo de Souza, 19, ex-aluno do campus. A relação dos aprovados pode ser acessada em http://certame.ifrr.edu.br.

A Comissão Permanente de Processo Seletivo e Vestibular do Instituto Federal de Educação Tecnológica de Roraima/Campus Amajari publicou, nesta segunda-feira, dia 9, a homologação do resultado final do vestibular. O primeiro colocado do curso superior de Tecnólogo em Aquicultura é o amajariense Remerson Araújo de Souza, 19, ex-aluno do campus. A relação dos aprovados pode ser acessada em http://certame.ifrr.edu.br.

Esse é o primeiro curso superior oferecido pela instituição e oferta 35 vagas. O período de matrícula para os aprovados será de 11 a 13 de maio, no horário das 8h às 12h e das 14h às 18h, na Coordenação de Registro Estudantil (Cores) do CAM, localizado na Rodovia Antonino Menezes da Silva (RR 342), vicinal que liga a Balsa de Aparecida à Vila Brasil – Km 03.

Dois dias antes da aplicação da prova do vestibular, em 3 de abril, Remerson formou-se como Técnico em Agropecuária pelo IFRR-CAM. Os 48 pontos garantiram-lhe a primeira colocação, que não era novidade, pois, no primeiro ingresso no IFRR, em 2013, também conquistou o primeiro lugar. Ele comenta que não pensava que depois de concluir o curso técnico fosse continuar no instituto.

“A sensação de ser o primeiro colocado é muito boa, me faz ver que valeu todo o esforço. Sou amajariense, cresci neste lugar. Morei em assentamentos agrícolas quando criança. Minha família mudou-se para a sede do município quando eu atingi a idade escolar e sempre me deu todo o apoio para que eu estudasse”, comentou, acrescentando que o curso técnico foi muito importante. “Acredito que sem ele não conseguiria esse resultado. Tenho muito a agradecer aos meus professores”, afirmou.

Em relação aos planos, ele afirma ter poucos, para evitar decepções, mas tem em mente, durante o curso, continuar se preparando para, logo após a conclusão, estar preparado para realizar algo maior. “Pretendo ingressar na Escola de Sargentos das Armas (Essa) e seguir carreira militar”, explicou.

ATUAÇÃO – O Tecnólogo em Aquicultura está habilitado para prestar serviços de auxílio nas áreas de Engenharia de Pesca, Engenharia de Produção, Biologia, Oceanografia, Agronomia, Veterinária, Zootecnia entre outras, atuando na pesquisa, na produção, na fiscalização, na extensão, na gestão e no planejamento dos segmentos da tecnologia do pescado e da aquicultura.

 

 

Rebeca Lopes

IFRR/CCS/CAM

09/05/16