Jogos Intercampi: chega ao fim etapa sediada pelo CAM

por Bruna Dionísio Castelo Branco publicado 28/04/2018 16h55, última modificação 03/05/2018 11h31
Equipes de handebol e vôlei disputaram a segunda fase dos Jogos intercampi, no Amajari. Emoção e espírito esportivo marcaram a disputa

 

A segunda etapa dos Jogos Intercampi do Instituto Federal de Roraima, ocorrida no Campus Amajari (CAM), finalizou-se neste sábado, dia 28. Desde a noite de sexta-feira, equipes de handebol e vôlei dos campi vêm competindo. Os jogos, marcados por muito esforço e raça dos times, revelaram o espírito esportivo de muitos alunos-atletas.

Esse foi o caso do time de handebol masculino, que jogou a segunda partida desfalcado, mas, com um esforço incomum, os jogadores continuaram a partida até o fim. O aluno do 1.º ano do ensino médio integrado ao curso de Aquicultura Luís Caio Moura, de 16 anos, foi um dos destaques da equipe. Ele, que nunca havia jogado handebol antes e se preparado com apenas três dias de treinamento, com apoio dos ex-alunos Daril Laurena e Dierly Justino (campeões ano passado), conta que gostou do desempenho do time.

“Foi a primeira vez que competi. Nunca tinha jogado handebol e espero que no próximo ano nosso time venha mais forte, pois, depois de verem o campeonato, muitos alunos ficaram interessados em entrar no time. Queremos muito um treinador e a continuação do esporte aqui no campus”, disse Luís. Ele revela que quase todos os alunos do time são novatos e que a derrota por 42x4 para o CBV, além do desfalque de dois jogadores, não desanimou os atletas. “Perder faz parte. Todos nós sabíamos que não havia chance de vencer. Então, levamos como uma brincadeira”, revela.

Para Cláucia Correia, aluna do curso do 3.º ano do ensino médio integrado ao curso Técnico de Agroindústria do Campus Novo Paraíso, de 16 anos, e jogadora do time de vôlei feminino, campeão desta etapa, a experiência foi gratificante. Ela, que sempre foi dedicada ao esporte, está maravilhada com a vitória da equipe. “O vôlei sempre foi minha primeira opção em tudo. Já deixei muitas coisas de lado para jogar. É um esporte com o qual me identifico e, pela primeira vez, minha equipe vence assim”, conta.

Durante a partida, a cada erro do grupo, Cláucia demonstrava apoio às colegas com abraços e palavras de incentivo. Ela conta que percebeu que a calma é importante para o time. “Sempre fui brigona e já quase quebrei o time. Conversamos e decidimos não brigar mais para não desestabilizar a equipe”, revela.

Não diferente do time de handebol do CAM, o time de vôlei feminino do Campus Novo Paraíso (CNP) não teve muito tempo para os treinos. Cláucia conta que a presença da treinadora Ana Lúcia (professora) foi primordial. “Nossa professora incentiva e dá apoio. Sem ela, essa vitória não seria possível”, afirma a estudante, que agora segue feliz para a etapa regional dos jogos.

Para o diretor-geral do CAM, professor George Sterfson, a segunda fase foi considerada tranquila. “No quesito integração, conseguimos atender ao propósito. Infelizmente nem todas as modalidades estavam em número completo, mas o importante é que conseguimos reunir os campi para os jogos. Os alunos e a organização estão de parabéns, e os melhores mostraram por que venceram”, declarou.

Segundo o pró-reitor de Extensão, Nadson Castro, a organização dos jogos cumpriu seu papel. “Historicamente é observado o empenho do Campus Amajari na realização da ação, e este ano não foi diferente”, disse. O pró-reitor afirma estar aguardando a definição do local de disputa da etapa regional para que possa levar os alunos do IFRR para o campeonato. “Esperamos que este ano os jogos sejam no Amazonas, o que facilitaria a logística e a probabilidade da presença de nossos atletas na fase regional”, concluiu.

 

Confira os resultados por modalidade:

Vôlei Feminino

1.º: CNP

2.º: CBVZO

3.º: CAM

Vôlei Masculino

1.º: CBV

2.º: CNP

3.º: CAM

4.º: CBVZO

Handebol Masculino

1.º: CBV

2.º: CNP

3.º: CAM

 

Bruna Castelo Branco
Jornalista
CCS/Campus Amajari
28/4/2018

 

 

CGP