IFRR/Campus Amajari certifica indígenas da Comunidade Guariba pelo Programa Mulheres Mil

por Laura publicado 16/12/2015 09h46, última modificação 16/12/2015 09h46
O sentimento de superação marcou a solenidade de encerramento, ocorrida na última quinta-feira (10), do Curso de Artesão de Pintura em Tecido, oferecido pelo Instituto Federal de Roraima/Campus Amajari (IFRR-CAM) à Comunidade Indígena Guariba por meio do Programa Mulheres Mil, que faz parte do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).

O sentimento de superação marcou a solenidade de encerramento, ocorrida na última quinta-feira (10), do Curso de Artesão de Pintura em Tecido, oferecido pelo Instituto Federal de Roraima/Campus Amajari (IFRR-CAM) à Comunidade Indígena Guariba por meio do Programa Mulheres Mil, que faz parte do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).

No total, 16 indígenas receberam os certificados de capacitação do curso, que foi ordenado de acordo com as necessidades da comunidade e a vocação econômica regional, com o objetivo de capacitar e inserir mulheres no mercado de trabalho.

Estiveram presentes na formatura o diretor-geral do Campus Amajari, George Sterfson Barros, a diretora de Ensino em exercício da unidade, Edivania Santana, a coordenadora adjunta do programa no IFRR-CAM, Pierlangela da Cunha, e alguns líderes locais: o tuxaua da Comunidade Indígena Guariba, Adelinaldo Rodrigues; o 2º tuxaua, Valdecir Alexandre; a coordenadora do Movimento de Mulheres Indígenas da Região do Amajari, Janete Rodrigues; e a gestora da Escola Estadual Indígena Manoel Horácio, Josyane Pereira da Silva.

Para a coordenadora do Programa Mulheres Mil no campus, Pierlangela da Cunha, o momento é significativo para o futuro das mulheres indígenas. “Agora, por meio dos conhecimentos adquiridos e aperfeiçoados durante o curso, elas terão possibilidade de acesso ao mundo do trabalho e de geração de renda a suas famílias”, salientou.

CCS/Campus Amajari

CGP