Divulgada lista preliminar de classificados no vestibular de Aquicultura

por Rebeca publicado 12/04/2016 17h58, última modificação 12/04/2016 17h58
A Comissão Permanente de Processo Seletivo e Vestibular do Instituto Federal de Educação Tecnológica de Roraima/Campus Amajari publicou a lista preliminar com pontuação dos classificados no vestibular do curso superior de Tecnólogo em Aquicultura. O curso terá duração de três anos.

A Comissão Permanente de Processo Seletivo e Vestibular do Instituto Federal de Educação Tecnológica de Roraima/Campus Amajari publicou a lista preliminar com pontuação dos classificados no vestibular do curso superior de Tecnólogo em Aquicultura. O curso terá duração de três anos.

Contra a lista preliminar, os candidatos têm os dias 12 e 13 de abril para entrar com recursos contra o resultado junto à Comissão Permanente. A publicação, assim como todas as etapas do certame, pode ser acessada em http://certame.ifrr.edu.br. São oferecidas 35 vagas.

No dia 15 de abril será publicada a lista oficial da prova objetiva e a classificação preliminar dos candidatos, com dois dias (18 e 19) para recursos. A presidente da Comissão de Processo Seletivo e Vestibular, Luana Lobo, informou que o resultado final será publicado dia 20 de abril.

Desde a criação dos Institutos Federais existe a previsão de que 20% das vagas sejam destinadas a cursos superiores.  A criação do curso superior de Tecnólogo em Aquicultura atende ao planejamento e consta no principal documento que norteia as ações da unidade de ensino, o Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI).

CURSO - O Tecnólogo em Aquicultura está habilitado para prestar serviços de auxílio nas áreas de engenharia de pesca, engenharia de produção, biologia, oceanografia, agronomia, veterinária, zootecnia entre outros, atuando na pesquisa, produção, fiscalização, extensão, gestão e planejamento dos segmentos da tecnologia do pescado e aquicultura.

Atua no cultivo de organismos aquáticos em geral, principalmente peixes, crustáceos, moluscos, rãs e algas. Colabora na execução e no manejo dos ambientes de cultivo, envolvendo aspectos relativos à reprodução, larvicultura e engorda de espécies aquáticas. Prepara tanques e viveiros para o cultivo, realizando o controle da qualidade de água e do solo. Realiza a preparação, oferta e ajuste da alimentação das espécies cultivadas, acompanhando seu desenvolvimento e sanidade. Beneficia o pescado, desenvolvendo produtos e subprodutos. 

 

 

Rebeca Lopes

IFRR/CCS/CAM

Foto: CCS/CAM

12/4/16