CAM promove o I Workshop de Pesquisa e Extensão

por Bruna Dionísio Castelo Branco publicado 09/11/2018 10h06, última modificação 09/11/2018 10h06
A ação foi realizada na Escola Municipal Ieda da Silva Amorim e proporcionou aos alunos da educação básica uma manhã de diversão e conhecimento

O Campus Amajari do Instituto Federal de Roraima (CAM-IFRR) realizou, na manhã desta quarta-feira, 8, o I Workshop de Pesquisa e Extensão, intitulado “Diferentes olhares para o Amajari”. A ação foi realizada pela Coordenação de Extensão do campus em parceria com os servidores orientadores de projetos de extensão.  Ela ocorreu na Escola Municipal Ieda da Silva Amorim, na Vila Brasil.

Foram expostos trabalhos de literatura, alfabetização e letramento, horta comunitária, higiene pessoal, orientação sexual e pintura com solo. Todos realizados por servidores do CAM que participam com alunos bolsistas do Programa Institucional de Bolsa Acadêmica de Extensão (Pbaex).

Oficina de Higiene Pessoal e Orientação Sexual
Oficina de Higiene Pessoal e Orientação Sexual

 

Conforme o coordenador de Extensão do CAM, professor Rafael Barros, a ideia inicial era apresentar o workshop para os discentes da unidade de ensino. “Como os alunos do instituto federal já têm familiaridade com a maioria dos projetos, trouxemos até a comunidade, para que seja do conhecimento de todos que, além do ensino, o IF desenvolve pesquisa e extensão. Dessa maneira, pudemos atingir dois públicos, os alunos da escola Ieda e a comunidade presente”, disse.

Para a aluna Íris Rodrigues, do terceiro ano do curso Técnico de Aquicultura integrado ao ensino médio, a experiência de participar de um projeto de extensão tem sido enriquecedora. A estudante integrou o grupo de horta comunitária. “Até então eu não tinha contato com o plantio e, além de aprender, agora estou repassando o conhecimento adquirido para as crianças, e isso tem sido um privilégio”, declarou.

 

Oficina de alfabetização e letramento
Oficina de alfabetização e letramento

 

O enfermeiro do CAM, Rafael Régis, orientador da oficina Higiene Pessoal e Orientação Sexual, conta que a ideia surgiu no projeto de extensão desenvolvido em outra escola da região. “O projeto de nome Educação e Saúde ocorreu na Ovídio Dias. A direção da escola indicou duas turmas para trabalhar o tema Gravidez na Adolescência, pois o índice de gravidez no munícipio é muito alto. Outros temas também foram sugeridos, como drogas e abuso sexual, pois são situações que ocorrem com frequência. Reuníamo-nos semanalmente para um bate-papo, e a proposta rendeu tanto que alunos aceitaram o desafio de ministrar as oficinas para as crianças nesse evento”, conta.

 

Oficina de pintura com solo
Oficina de pintura com solo

No workshop também foram apresentadas atrações culturais, como música, dança e leitura de cordel. Os projetos de extensão visam incluir a comunidade nos trabalhos desenvolvidos pelo IFRR.  

 

Bruna Castelo Branco
CCS/Amajari
9/11/2018
 

CGP