Alunos de três polos de EAD têm aula presencial no Campus Amajari

por Sofia Lampert publicado 07/05/2019 14h55, última modificação 10/05/2019 11h50
Estudantes do curso Técnico em Agropecuária subsequente na modalidade de Educação a Distância dos polos Taiano (Alto Alegre), Truaru da Cabeceira (Boa Vista) e Vila Brasil (Amajari) participam, nesta terça-feira, 7, de visita técnica e aula integrada na sede do Campus Amajari

Estudantes do curso Técnico em Agropecuária subsequente na modalidade de Educação a Distância dos polos Taiano (Alto Alegre), Truaru da Cabeceira (Boa Vista) e Vila Brasil (Amajari) participam, nesta terça-feira, 7, de visita técnica e aula integrada na sede do Campus Amajari.

Incluindo sete componentes curriculares, a aula integrada objetiva possibilitar uma formação holística aos alunos com o olhar sobre a prática do técnico em agropecuária, bem como visa à parceria de diversos setores do campus em prol da oferta de uma aprendizagem significativa.

Coordenado pelo Núcleo de Educação a Distância (Nead) do Campus Amajari do Instituto Federal de Roraima, a iniciativa conta com o apoio da Coordenação Pedagógica (Coped) e do Departamento Técnico (Detec) da unidade de ensino.

O aprendizado possibilita aos participantes aplicar o que aprenderam nas comunidades em que moram. “É importante destacar que esse projeto integrado coloca em prática a unificação do ensino, por meio de sete componentes curriculares, e o apoio pedagógico aos alunos”, disse a coordenadora do Nead, Edivânia Santana.

A visita integra as disciplinas de Agroindústria Familiar, Culturas Anuais, Fruticultura, Olericultura, Meio Ambiente e Princípio da Agroecologia, Silvicultura, Administração Rural e Empreendedorismo, Ética e Cidadania, Topografia e Construções Rurais e Projetos de Intervenção em Agropecuária.

Os participantes visitaram o viveiro de produção de frutíferas, essenciais florestais e espécies olerícolas, além da área de fruticultura e olericultura, que envolve o manejo de plantas frutíferas (banana, acerola, cacau, abacaxi e melancia) e as olerícolas (alface, cebolinha, coentro, pimenta, couve).

Também aprenderam vários assuntos tais como preparo da área para o plantio de culturas anuais e espécies frutíferas, biofertilizante, adubação verde, compostagem e vermicompostagem, bem como controle alternativo de pragas, doenças e plantas espontâneas.

 

 

Rebeca Lopes
Ascom/Reitora
Fotos: Divulgação
7/5/19

CGP